Prestadores de serviço: boas práticas do síndico na hora da contratação

Uma das mais importantes ações do síndico para o bom funcionamento de um condomínio é a escolha dos prestadores de serviço. Afinal, esses são responsáveis por manter as diversas estruturas conservadas e evitar imprevistos que acarretem maior taxa condominial.

Além disso, como o síndico é representante do condomínio, acidentes que ocorreram por falta de manutenção e outros processos podem gerar problemas judiciais. E, nesse caso, o profissional pode ser responsabilizado.

Outro aspecto importante é que, ao fazer a escolha errada da empresa que irá realizar a prestação de serviços, custos e encargos trabalhistas que deixam de ser pagos ficam por conta dos edifícios.

Acompanhe agora nossas dicas para contratações mais eficientes!

Solicite documentações

O primeiro passo para definir uma prestadora de serviços condominiais é solicitar documentações que comprovem que a empresa é idônea. Entre eles estão autorizações de funcionamento e participações em sindicatos ou associações.

Verifique a experiência no segmento

Prestadores de serviço para condomínios devem ter experiência nesse tipo de empreendimento para realizar as atividades de forma satisfatória. Por isso, outro passo importante é verificar a expertise da empresa a ser contratada.

Questione sobre treinamentos de profissionais

Um aspecto relevante a ser considerado na contratação de funcionários terceirizados é se a empresa realiza treinamentos e capacitações de forma periódica. Afinal, por mais que os funcionários tenham experiência, a educação continuada é um diferencial que deve ser avaliado. Nesse sentido, também é essencial exigir comprovantes de registro legal dos funcionários para evitar processos trabalhistas.

Analise os equipamentos de segurança a serem utilizados

Como dissemos, acidentes que ocorram em um condomínio podem recair legalmente sobre o síndico. Para evitar dores de cabeça, é fundamental questionar a empresa que irá fornecer os prestadores de serviço sobre quais são os equipamentos de segurança (EPI) utilizados pelos profissionais. Há uma série deles e cada item depende da atividade a ser realizada.

Estipule um seguro contra acidentes

O ditado “o seguro morreu de velho” se aplica muito bem em relação aos funcionários que atuam em um condomínio. Portanto, ao contratar uma empresa especializada, o síndico deve estipular um seguro contra acidentes e seguro de vida, dependendo das tarefas a serem desenvolvidas no empreendimento.

Peça indicações e verifique avaliações

Uma boa prática interessante no momento de contratar prestadores de serviço é verificar a satisfação dos clientes já atendidos, seja por meio do pedido de indicações ou avaliação de opiniões de outros condomínios em canais de relacionamento ou sites de reclamação, como o Reclame Aqui.

Com essas medidas o condomínio e o síndico ficam resguardados contra uma série de problemas. Além disso, todos os envolvidos se tornam mais satisfeitos, já que as atividades são desenvolvidas com eficiência.

Fonte: https://www.manageradm.com.br/prestadores-de-servico/

8 de Agosto de 2019